Período

19-03-2019 - 19-12-2019

Horário

Terças e Quintas-feira - 19:00 às 22:00

Duração

363 h

Curso oferecido em

Rio de Janeiro - RJ

Sobre o curso

Compartilhe:
Esse curso é ministrado na seguinte modalidade:

Sobre o curso

O MBE Energia é uma pós-graduação Lato Sensu, destinada a profissionais de nível superior de diversas áreas, que atuam ou tenham interesse em atuar na indústria enérgica.

A UnIBP é a universidade setorial, criada para contribuir com o desenvolvimento da indústria de Petróleo, Gás e Biocombustíveis em suas principais necessidades e no tempo do negócio. Se você já atua na indústria ou pretende investir em uma carreira no setor, está no lugar certo.

Destinado aos profissionais das áreas de engenharia, economia, direito e áreas afins, formados em instituições de ensino devidamente reconhecidas pelo Ministério de Educação e portadores de diploma legalmente reconhecido para exercício de suas profissões no Brasil.

Com base em conhecimentos gerais e específicos da indústria, os alunos estarão aptos a avaliar a consistência regulatória de projetos, executar planejamentos relacionados a diferentes aspectos do setor de energia e tomar decisões assertivas. Os assuntos englobam estudos preliminares de projetos, aspectos introdutórios à viabilidade técnico-econômico, planejamento e regulação.

Confira esse e outros programas de educação continuada da UnIBP.

Oferecemos ainda a flexibilidade de realizar cursos em diversos formatos: presencial, semipresencial, in company, ensino a distância, MBA ou especialização. Verifique as modalidades disponíveis e ingresse na UNIBP. A única formação com a qualidade IBP – Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis.

Programa Técnico

Carga horária: 12 horas

Descrição das diferentes fontes de combustíveis fósseis, renováveis e/ou vetores de energia em termos de propriedades e usos, com exemplos de aplicações. Combustíveis fósseis: Gasolina, Diesel: veicular, marítimo. Querosene / Jet fuel, Nafta, Gás natural, Gás liquefeito de petróleo, Carvão; Recursos não convencionais: shale gas, shale oil, xisto betuminoso, areias betuminosas. Gás de refinaria, Coque, Combustíveis renováveis:, Álcoois: metanol, etanol, n-butanol, Biodiesel, Óleo: vegetal, animal, residual, Éteres: DME, DEE, MTBE, ETBE, TAME, TAEE, Resíduos sólidos vegetais, Resíduos sólidos urbanos., Biogás, Syngas, Lenha e carvão vegetal, Green fuel: green diesel, green gasoline, Alcatrão, Outros combustíveis ou vetores de energia, Hidrogênio, Propelentes, Água: hidroeletricidade, eletrólise, Combustíveis nucleares, Vento, Radiação solar

Carga horária: 12 horas

Definições e conceitos básicos: forca, trabalho, energia e potencia; leis de Newton; sistema e volume de controle; noções de hidrodinâmica e transferência de calor; fundamentos da termodinâmica: substancia pura; equilíbrio termodinâmico; propriedades; entalpia e entropia; equação de estado; primeira e segunda leis da termodinâmica; principais ciclos termodinâmicos: ciclos motores e de refrigeração; irreversibilidade e disponibilidade.

Carga horária: 30 horas

– Noções de Geologia de Petróleo: Rochas e minerais; sedimentação; diagênese de rochas sedimentares; geração, migração e acumulação de petróleo; composição do petróleo e gás natural; deformação de rochas sedimentares; falhas geológicas; datação de rochas; tectônica de placas geológicas; Tecnologia de Exploração.
– Prospecção geológica de petróleo; mapeamento estrutural e estratigráfico; técnicas geoquímicas; técnicas geofísicas: métodos potenciais e sismografia; Tecnologia de Reservatórios: Tipos de rochas reservatório; propriedades permo-porosas de reservatórios; mecanismos de recuperação de reservatórios; métodos de recuperação melhorada de petróleo; curvas de declínio de produção; método de balanço de materiais; conceituação de recursos e reservas; técnicas de avaliação de reservas; Tecnologia de Poços: Perfuração de poços; sondas de perfuração terrestres e marítimas; equipamentos de poços: superfície e subsuperfície; avaliação de poços; completação de poços; estimulação de poços; Tecnologia de Produção: Elevação natural e artificial de petróleo; instalações de produção terrestres e marítimas; processamento primário de petróleo; Processamento e transporte de gás natural: Comportamento termodinâmico do gás natural; tratamento de gás natural; compressão de gás natural; transporte de gás natural (gasodutos, transporte de gás natural liquefeito ou comprimido); Tecnologia de refino de petróleo: Caracterização de petróleo; processos convencionais de refino; novas refinarias: complexidade e maior rendimento em derivados de alta qualidade.

Carga horária: 18 horas

– Matriz elétrica nacional e mundial. Noções de hidrologia aplicadas à hidroeletricidade; turbinas hidráulicas, usinas hidrelétricas de grande porte, mini e micro usinas hidrelétricas. Usinas termelétricas a carvão. Tecnologias de combustão em usinas térmicas a carvão: combustão de carvão pulverizado, combustão em leito fluidizado e sistemas de gaseificação integrada com leito fluidizado (IGCC). Sistemas de controle de emissão de poluentes em termelétricas a carvão. Tecnologias usinas térmicas a gás: usinas em ciclo simples, ciclo combinado e cogeração. Sistemas de controle de emissão de poluentes em termelétricas a carvão Usinas nucleares. Ciclo do combustível nuclear. Tecnologias de usinas nucleares: reatores a água pressurizada (PWR), a agua fervente (BWR), a água pesada (CANDU), reatores avançados. Segurança de usinas nucleares. Usinas termelétricas a biomassa e a cana de açúcar.

Carga horária: 12 horas

– Conceito de fontes alternativas e renováveis de energia. Formas de aproveitamento de energia eólica e solar. Potenciais eólico e solar do Brasil. Conceito e aproveitamento de biomassa. Etanol e biodiesel. Hidrogênio como fonte de energia. Sistemas para aproveitamento dos movimentos dos mares (correntezas e marés). Pequenas centrais hidrelétricas.

Carga horária: 9 horas

– Visão Sistêmica em Logística, Logística Integrada e Cadeias de Suprimentos; Cadeia Global e Riscos; Hierarquia de decisões em Logística e Cadeias de Suprimentos; Nível de Serviço e custo total; Indicadores logísticos; Planejamento e operações de transportes; Sistemas de estoque e armazenagem; Projeto da rede física da cadeia de suprimentos; Efeito Chicote; Estratégias de otimização em cadeias de abastecimento; Sistemas de Informação em Logística e Cadeias de Abastecimento. Operadores Logísticos. Método ABC. Just In Time (JIT). Material Requirement Planning (MRP). Distribuição e Transporte.

Carga horária: 15 horas
– Energia; potência; geração e transformação de energia; conceitos básicos sobre o armazenamento de energia; formas e sistemas de armazenamento de energia: fóssil, hidráulica, mecânica, térmica, termoquímica, eletroquímica, baterias, hidrogênio, combustíveis sintéticos, super capacitores; capacidade de armazenamento; transferência de energia; potência disponível; eficiência; distribuição; acoplamento à malha; confiabilidade, análise técnica-econômica de sistemas de armazenamento.

Carga horária: 12 horas
– Gás natural, gás natural não convencional e GNL como drivers de transição; Biomassa e o etanol de 2ª geração; Geração distribuída como indutora de mudanças; armazenamento; Veículos elétricos – perspectivas e externalidades; Perspectivas das outras fontes/ tecnologias (e.g. onde foi parar a economia do hidrogênio? E o clean coal?); Indústria 4.0; digitalização, IoT e big bata, reflexões para o setor energético; Energia e transições – consequências da descentralização

Carga horária: 18 horas

Recursos energéticos – apresentação do conceito de recursos energéticos e discussão dos usos de cada um. Recursos renováveis e não renováveis. Evolução do uso dos recursos no mundo e tendências. Uso dos recursos energéticos e impactos ambientais; Matriz energética mundial – apresentação e discussão a respeito da distribuição de recursos e reservas energéticas e seus usos nos diferentes países; Matriz energética brasileira – discussão a respeito da evolução da matriz energética brasileira. Análise e avaliação das diversas fontes de geração de energia (fontes renováveis e não renováveis). Usos energéticos e não energéticos. Uso por fontes e segmentos; Usos Finais: Eficiência energética e uso racional. Indicadores de intensidade energética. Gerenciamento pelo lado da demanda. Geração Distribuída.

Carga horária: 30 horas

– Regimes fiscais para contratação das atividades de exploração e produção de hidrocarbonetos. Apresentação e detalhamento dos três diferentes regimes utilizados no Brasil para a contratação de empresas para a exploração e produção de óleo e gás: Concessão, Partilha de Produção e Cessão Onerosa. Características e diferenças, implicações do ponto de vista de arrecadação de royalties, legislação aplicável.- Consecução de investimentos nas indústrias de óleo, gás natural e biocombustíveis – refino de petróleo, processamento de gás natural, transporte de petróleo e gás natural, distribuição de derivados, distribuição de GNC e GNL, importação/exportação de petróleo, produção e comercialização de biodiesel, leilões de biodiesel, produção de biometano, produção e de etanol. Apresentação e discussão dos requisitos necessários para a realização de investimentos. Apresentação, análise e discussão dos programas de governo com o objetivo de propor medidas para o desenvolvimento das indústrias de gás natural (Gás para Crescer), combustíveis derivados de petróleo (Combustível Brasil) e biocombustíveis (RenovaBio).

Carga horária: 24 horas

– Os fundamentos de política, planejamento e regulação do setor energético; Papel das agências reguladoras; Modelos de regulação (por custo, preço, incentivo, coercitivo, etc.)
– Outorgas (contratos e outros instrumentos); Modelos de planejamento (determinativo, indicativo, participativo, integrado, espacial e em condições de incerteza); Operação do setor energético ( centralizada, com base em mercado, evolução no Brasil e no mundo, os sistemas distribuídos); Funcionamento do mercado energético (de curto e longo prazos, mercado spot e bilateral, leilões, sistemas energéticos transativos, poder de mercado); Check and balance (acompanhamento e ajustes do planejamento, operação e mercado do setor energético)

Carga horária: 12 horas

– Energia na Constituição Federal: eletricidade, petróleo e gás natural. Planejamento, regulação e prestação de serviço no setor de energia. Desestatização do setor elétrico e reformas setoriais. O Estado-empresário: regime jurídico da Petrobras e da Eletrobras. As instituições setoriais e seus papéis: CNPE, MME, ANEEL, ANP, EPE, CCEE, ONS. Características das agências reguladoras. Funções reguladoras. Extensão e limites do poder normativo das agências setoriais. Contratos: CCEAR e CEAL. Contratos de concessão de distribuição e transmissão de energia elétrica. Contrato de concessão de petróleo e gás natural. Partilha de produção de petróleo e gás. Controle externo das decisões regulatórias: Poder Judiciário e Tribunal de Contas da União.

Carga horária: 18 horas

– Operação dos sistemas elétricos, e os requisitos de interações com os sistemas de combustíveis (água, vento, sol, gás natural, carvão, nuclear, óleo, madeira, bagaço de cana, etc.) – os aspectos de logística; os mercados de energia elétrica, e de combustíveis: a comercialização de energia, e os rebatimentos na operação e expansão do sistema; preços de energia elétrica a curto, médio e longo prazos, custos marginais de expansão e de operação; os leilões de energia elétrica; mercado regulado e mercado livre.

Carga horária: 12 horas

– O ecossistema: Definição e espécies básicas, Componentes dos ecossistemas, Diversidade e estabilidade, Fluxo de energia nos ecossistemas; Ciclos biogeoquímicos: Tipos básicos, O ciclo hidrológico, Fatores, mitantes; Impactos ambientais: Tipologia de impactos, Previsão de impactos de empreendimentos, Avaliação de impactos

Carga horária: 12 horas

– O planejamento ambiental o uso do território e o setor de energia, no Brasil e no mundo; a questão climática e seus desafios; novos padrões de produção e de consumo e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS; a avaliação de impacto ambiental, o licenciamento ambiental e o setor de energia no Brasil; boas práticas internacionais; a importância do gerenciamento de risco das atividades

Carga horária: 24 horas

– Princípios e regras gerais de contabilidade. Análise de demonstrações financeiras. Indicadores Financeiros; Análise dos modelos financeiros; fundamentos da análise financeira; modelagem financeira; regulação econômica – TIR, CMPC; metodologias de precificação de projetos de infraestrutura; consolidação contábil; sistema financeiro: Introdução aos mercados financeiros; produtos financeiros; mercados organizados; funcionamento da bolsa e suas operações especiais; produtos dos mercados financeiros: renda fixa, renda variável e derivativos; gestão das carteiras de investimentos.

Carga horária: 18 horas

– Aversão ao risco e resposta comportamental: o que se pensa sobre risco, utilidade e riqueza, como medir aversão ao risco, as consequências das visões de risco; identificação e avaliação de riscos: incerteza e risco, abordagem probabilísticas, valor ajustado ao risco; falhas básicas na gestão de risco; a gestão de riscos: elaboração de perfil, proteção, gestão estratégica

Carga horária: 15 horas

– Finanças corporativas; bancos de investimentos e comerciais; investidores estratégicos; fundos de private equity; avaliação financeira de projetos de energia; desenvolvendo estratégias para levantar fundos; novas formas de financiamento externo; financiamento especifico dos diferentes setores energéticos; financiamento de projeto internacionais; financiamento das tecnologias e dos distintos setores energéticos; financiamento das tecnologias da energia; financiamento das empresas energéticas.

Carga horária: 15 horas

– Tributação de Energia no Brasil: os tributos incidentes no setor elétrico: Conceitos Gerais; Espécies tributárias ; Isenção, Não incidência, Diferimento e Benefícios fiscais; Tributação de Energia Elétrica; Aspectos gerais da tributação da geração; Tributos incidentes sobre a geração hidráulica; Tributos incidentes sobre a geração termoelétrica; Tributos incidentes sobre a geração eólica e solar; Aspectos gerais da tributação da comercialização; Aspectos gerais da tributação da transmissão; Aspectos gerais da tributação da distribuição; Incentivos Fiscais e impactos sobre os modelos de negócios.
– Tributação e Participações Governamentais na exploração e produção de petróleo e gás; Repetro; Tributação na comercialização do Gás Natural; Tributação nos derivados de petróleo; As Participações Governamentais na exploração e produção de petróleo e gás no Brasil; Legislação das Participações Governamentais nos diferentes modelos regulatórios; Distribuição das Participações Governamentais

Carga horária: 12 horas

– Importância da energia para o bem-estar da sociedade, ou como o mundo tornou-se dependente de fontes fósseis; Mudanças climáticas: uma questão de energia; Riscos climáticos e os desafios para a indústria de óleo e gás; Atratividade das novas tecnologias para a geração de energia; Transição para uma economia de baixo carbono: desafios e oportunidades; A revolução da mobilidade urbana e seu impacto no setor de energia; A empresa de energia do século XXI; A nova geopolítica da energia.

Carga horária: 24 horas

– Panorama geral da indústria energética no Brasil e no Mundo; Aspectos técnicos, econômicos e regulatórios dos setores energéticos; Futuro dos mercados energéticos, Desafios tecnológicos da transição; Cidades, geração distribuída, transição das bases energéticas; Digitalização e sistemas cognitivos no setor de energia, Indústria 4.0; digitalização e IoT, reflexões para o setor energético.

Carga horária: 9 horas

– Processo de decisão de investimentos: principais informações e formatos, Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica (EVTE) aspectos financeiros, estratégicos, matriz de riscos, análise de cenários, tipos de apresentação.
– Avaliação de empresas: Método de fluxo de caixa descontado, uso de múltiplos (EBITDA, Lucro etc). Taxas de desconto para empresas pré-operacionais ou em fase de implantação de projetos.
– Estruturas de capital de empresas e projetos. Níveis de endividamento adequados, alavancagem ótima, conceitos de custo de capital próprio, WACC.
– Estruturas de Project finance: características, pacote de garantias, seguro, principais contratos de engenharia, construção e montagem, engenharia do proprietário, garantias de performance.

Professores

MBE Energia

19-03-2019 a 19-12-2019 - Terças e Quintas-feira - 19:00 às 22:00

Quero me inscrever

Confira os valores promocionais disponíveis.

OUTRAS INFORMAÇÕES

O que o curso inclui?

Material eletrônico
Coffee break
Certificado de conclusão

Como obter o certificado

Frequência mínima exigida: 75% da carga horária total do curso
Prazo de entrega: em até 30 dias úteis após a conclusão do período letivo

Inscrições

Até o dia 25/02/2019

Endereço

PUC - Gávea, Rio de Janeiro - RJ, Brasil

VANTAGENS DE ESTUDAR NA UnIBP

Inteligência Setorial

Professores de Destaque

Aprendizagem Aplicada

Educação Flexível

Empreendedorismo

Comunidade Alumni

Perguntas Frequentes

A Educação do IBP, agora é UnIBP. A Universidade do setor de Petróleo,gáse biocombustíveis que tem por objetivo desenvolver as competências essenciais dos profissionais dessa indústria e assim colaborar para a promoção de um setor competitivo, sustentável, ético e socialmente responsável.
A universidade setorial é a ampliação do já conhecido conceito de universidade corporativa. Nesse sentido, a UnIBP surge como a universidade do setor de petróleo e gás, oferecendo aprendizagem continuada para aqueles que atuam ou desejem migrar/atuar na indústria. Sendo assim, diferentemente de uma universidade corporativa, que tem como objetivo a qualificação do público interno de acordo com a cultura de uma determinada empresa, a UnIBP surge para desenvolver as competências essenciais para o profissional do setor de petróleo e gás, focando, portanto, em um público externo.

Toda a estrutura pedagógica da antiga área de Educação foi reformulada, de forma a atender as necessidades atuais da indústria de Petróleo, Gás e Biocombustíveis. Isso significa dizer que todo o ambiente de aprendizagem foi repensado, para que a UnIBP atue de maneira pró-ativa, centralizada e estratégica para o setor, sendo capaz de desenvolver competências críticas para o negócio das empresas e profissionais que fazem parte das diversas etapas dessa cadeia produtiva.
Desenvolvemos uma metodologia pedagógica estruturada, possibilitando que os alunos tracem seu caminho de carreira com o apoio da UnIBP e que desfrutem de uma Experiência eficiente, moderna e dinâmica. A partir do agrupamento da indústria de petróleo e gás em diferentes blocos, a Universidade se divide em cinco escolas que irão oferecer cursos técnicos e não-técnico: E&P, Midstream e Downstream, Gás e Energia, Tecnologia e Inovação e Escola de Negócios.

1. Inteligência setorial
2. Professores de destaque no setor
3. Aprendizagem aplicada
4. Educação flexível
5. Empreendedorismo
6. Comunidade Alumni
7. Ética, Transparência e Compliance

5 escolas refletem os principais pilares essenciais para o funcionamento da nossa indústria hoje. Cada uma tem foco e objetivo bem definidos, de forma que todos os macroprocessos do setor se acomodam dentro dessa estrutura.

Apresentam as diversas áreas de atuação profissional que compõem a atividade do setor. Permeiam a estrutura das escolas de acordo com as necessidades reais da indústria.

Na UnIBP, cada profissional encontra um currículo modular com o mapeamento de todos os desafios que irá encontrar em sua trajetória profissional e com as soluções educacionais que apoiarão o seu desenvolvimento ao longo do tempo.

Ainda está com alguma dúvida?

Problemas com seu pedido? Não localizou nas perguntas frequentes a solução? Esse espaço foi criado para responder o que você não encontrou e receber suas sugestões.

Talvez você também goste

RECEBA TODAS AS NOVIDADES DA UnIBP

Ao clicar no botão "Enviar", você está concordando com os Termos e Condições da UnIBP.
* Todos os campos acima são obrigatórios.